Libidol

Libidol Masculino 30 cápsulas

Libidol Masculino 30 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$175,00

em até 10x de 17,50 no cartão

Libidol Feminino 30 cápsulas

Libidol Feminino 30 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$175,00

em até 10x de 17,50 no cartão

Libidol Feminino 90 cápsulas

Libidol Feminino 90 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$475,00

em até 10x de 47,50 no cartão

Libidol Masculino 90 cápsulas

Libidol Masculino 90 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$475,00

em até 10x de 47,50 no cartão

Libidol Feminino 120 cápsulas

Libidol Feminino 120 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$545,00

em até 10x de 54,50 no cartão

Libidol Masculino 120 cápsulas

Libidol Masculino 120 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$545,00

em até 10x de 54,50 no cartão

Libidol Feminino 180 cápsulas

Libidol Feminino 180 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$795,00

em até 10x de 79,50 no cartão

Libidol Masculino 180 cápsulas

Libidol Masculino 180 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$795,00

em até 10x de 79,50 no cartão

Libidol Feminino 270 cápsulas

Libidol Feminino 270 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$895,00

em até 10x de 89,50 no cartão

Libidol Masculino 270 cápsulas

Libidol Masculino 270 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$895,00

em até 10x de 89,50 no cartão

Libidol Feminino 360 cápsulas

Libidol Feminino 360 cápsulas

Estimulante Sexual Feminino

R$995,00

em até 10x de 99,50 no cartão

Libidol Masculino 360 cápsulas

Libidol Masculino 360 cápsulas

Estimulante Sexual Masculino

R$995,00

em até 10x de 99,50 no cartão


Exibindo de 1 a 15 do total de 15 (1 páginas)

Dicas de Saúde

O que é estimulante sexual? Para que serve?

Estimulantes sexuais são compostos que auxiliam na resolução da falta de libido, impotência sexual e disfunção erétil. Os estimulantes sexuais também são usados por pessoas que desejam aumentar ou melhorar o prazer sexual. Atualmente, muitas pessoas usam como alternativa os alimentos com certo pode afrodisíaco, mas existem também suplementos alimentares que são eficazes para ajudar nos estímulos sexuais.

O consumo dos estimulantes sexuais é maior por parte dos homens, no entanto, as mulheres também se preocupam cada vez mais em terem mais prazer e melhorar o seu desempenho sexual.

Qual o melhor estimulante sexual?

O consumo de estimulantes sexuais naturais são mais seguros e eficazes, pois substituem os medicamentos e conseguem entregar o efeito desejado de forma natural, sem efeitos colaterais indesejáveis e perigosos. Os estimulantes sexuais naturais conseguem proporcionar uma melhora no desempenho sexual, aumento de libido e vitalidade, sem oferecer riscos para a saúde.

O estimulante sexual mais indicado é aquele que contém substâncias que auxiliam na circulação sanguínea, que auxiliam no metabolismo de proteínas e que ajudam a manter a função muscular e nervosa adequada. As sustâncias mais comuns são: a niacina (vitamina B3), a vitamina B6 (cloridrato de piridoxina), o Magnésio (bisglicinato) e a Vitamina D que é muito importante para absorção de minerais e proteínas.

Tipos de estimulantes sexuais

Hoje em dia conseguimos encontrar no mercado diversas soluções para quem tem falta de libido, impotência sexual e disfunção erétil. Existem estimulantes sexuais em cápsulas que oferecem a solução de dentro para fora e estimulantes sexuais em gel, que vão direto ao problema. Contudo, são alternativas complementares, tendo em vista que é importante ter estímulos internos e externos.

Qual o melhor afrodisíaco masculino?

Segundo o dicionário, afrodisíaco são substâncias que excitam ou estimulam o apetite sexual, tanto do homem quanto da mulher. O melhor afrodisíaco para os homens são aqueles que tem como função fortalecer a libido, estimular a produção de testosterona, favorecer as funções vasodilatadoras melhorando o fluxo sanguíneo e que contribuem para o aumento da libido.

Qual o melhor gel para disfunção erétil?

Homens com tal disfunção procuram o gel tanto para estimular a ereção, quanto para aumentar o prazer durante a relação sexual para ambos envolvidos. O melhor gel para disfunção erétil que funciona como estimulante sexual é aquele com compostos que auxiliam na vasodilatação, irrigação sanguínea (proporciona uma ereção prolongada) e promove uma maior sensibilidade na região, proporcionando mais prazer.

Estimulante sexual feminino

Atualmente, existem diversos estimulantes sexuais femininos que agem de diversas maneiras e que podem auxiliar a mulher que tem dificuldades para se sentir satisfeita com o sexo, de ter desejo sexual ou até mesmo a mulher que queira incrementar a relação entre o casal.

Qual o melhor estimulante sexual feminino?

Alguns fatores podem influenciar para a falta de libido feminina, dentre eles, podemos citar a autoestima, a autoconfiança, ou até o clima entre o casal. A maioria dos homens conseguem se desligar com mais facilidade desses fatores e ter uma relação sexual prazerosa. A mulher possui mais dificuldade, embora dependa também do nível de testosterona no corpo dela, quanto mais desse hormônio a mulher tiver no corpo, mais fácil será o processo de se desligar dos problemas externos e se entregar a relação sexual.

Diante do exposto, o melhor estimulante sexual feminino é aquele que possui em sua fórmula niacina e piridoxina que estimulam a produção de estrogênio (hormônio sexual feminino) e que também tenha vitamina D, que auxilia na absorção dessas substâncias.

Como apimentar a relação?

Após certo período de relacionamento, nada mais natural que a vida a dois caia na rotina. Isso não significa que o afeto acabou ou que o desejo sexual sumiu, mas acontece que, no dia a dia do casal as prioridades mudam de foco, tendo em vista o inicio do namoro que é devotado a conquista e descoberta do prazer mútuo, que passa a ser administrado de outra forma.

Para apimentar sua relação você deve:

- Investir em si mesmo: não há nada mais afrodisíaco que a autoestima elevada. Sentir-se bem consigo mesmo é arrebatador, traz energia vital que pode recender desejos.

- Saia da zona de conforto: embora não exista problema nenhum em seguir aquela trilha que conduz ao destino certo (ao prazer), mas um pouco de aventura na vida não faz mal a ninguém. Teste novas posições, explore novos lugares da casa, faça uma pequena viagem, varie os horários, acrescente brinquedinhos e dê espaço para fantasias.

- Invista nas preliminares: pode parecer uma coisa boba, mas o adiantamento da satisfação atiça a vontade. Provoque olhares, redescubra a excitação no beijo e explore zonas erógenas.

- Crie um clima: esse quesito é o que mais pede investimento de tempo. A proposta é criar um clima para revitalizar a vida afetiva do casal e sair da rotina.

Qual o melhor afrodisíaco feminino?

Existem diversos afrodisíacos femininos, dentre os principais:

- Cosméticos: podem ir diretamente na região genital e no clitóris para aumentar a vasodilatação local e, por consequência, a sensibilidade e o prazer.

- Adstringente vaginal: é um tipo bastante popular por deixar o canal vaginal inchado e mais fechado, aumentando o atrito e o prazer.

- Ingeríveis: tem aqueles que devem ser ingeridos e possuem a mesma função. A maior parte possui combinação de extratos naturais que aumentam a disposição, concentração e o apetite sexual.

Dentre eles, o melhor afrodisíaco feminino é aquele que estimula a vasodilação local, aumentando a sensibilidade e o prazer e estimula a produção de hormônios femininos.

Quais os sintomas da frigidez feminina?

 A frigidez também é conhecida como distúrbio ou transtorno da excitação sexual feminina, ou seja, a incapacidade da mulher de manter a lubrificação vaginal durante a atividade sexual. É importante saber identificar as alterações no corpo e procurar o médico ginecologista.

Os sintomas causados pela frigidez são:

- A falta de desejo ao ter contato intimo.

- A redução ou a ausência do interesse sexual;

- A falta de iniciativa para começar um contato íntimo;

- A redução ou a ausência de fantasias e pensamentos sexuais;

- Durante o contato intimo, ausência ou a diminuição da excitação e sentimento de prazer.

O diagnóstico deve ser feito pelo médico ginecologista e normalmente é confirmado quando existem três ou mais desses sintomas acima.

Qual o melhor estimulante para frigidez feminina?

Tendo em vista que, a frigidez feminina é causada por fatores físicos e psicológicos recomenda-se uma avaliação no médico especialista para indicação de um tratamento adequado para cada caso em particular. Dentre os tratamentos mais recomendados então os estimulantes sexuais naturais, que auxiliam na síntese de hormônios femininos e auxiliam na lubrificação local.

O que é a disfunção erétil?

Homens que não conseguem manter uma ereção suficientemente firme para manter a relação sexual possuem disfunção erétil ou impotência sexual.

Vários aspectos podem estar atrelados a disfunção erétil, como: aspectos físicos ou psicológicos, que causam cansaço, estresse, problemas no relacionamento, falta de autoestima e confiança no homem.

A impotência sexual é conhecida tendo como principal sintoma a incapacidade do homem de manter a rigidez necessária para a ereção de forma suficiente para manter o ato sexual.

Devem procurar ajuda médica homens que sofrem de impotência sexual ou disfunção erétil para que possam avaliar o seu estado físico e psicológico. Caso necessário, será indicado pelo médico um tratamento para disfunção erétil mais adequado para cada tipo de homem. Os tratamentos para impotência sexual podem ser medicamentos, dispositivos auxiliares ou suplementos alimentares ricos em niacina e piridoxina.

Sintomas da disfunção erétil

A capacidade do homem em manter uma ereção firme o suficiente para a penetração durante a relação sexual estão relacionados diretamente com os sintomas de disfunção erétil. A falta de desejo sexual, a ansiedade e uma ereção popularmente chamada de meia bomba por ser fraca, são outros sintomas de impotência sexual.

Causas da disfunção erétil

Pode-se dizer que diversos fatores físicos e psicológicos podem estar relacionados às causas da disfunção erétil. Esses fatores causam ao homem um retardamento da resposta sexual que pode levar a ansiedade e a queda no desempenho sexual. Dentre as principais causas, pode-se destacar:

 - As doenças cardiovasculares;

 - Aterosclerose, quando os vasos sanguíneos estão entupidos;

 - Taxas de colesterol elevadas;

 - Pressão alta;

 - Diabetes;

 - Excesso de peso;

 - Consumo de álcool e drogas;

 - Consumo do cigarro;

 - Doença do Mal de Parkinson;

 - Distúrbios do sono;

 - Consumo de medicamentos e antidepressivos;

 - Problemas psicológicos.

Tratamentos para a disfunção erétil

Apesar de existirem diversos tratamentos para a disfunção erétil, é recomendado a procura por um médico especialista que pode identificar e controlar os fatores de risco que levam a impotência sexual. Em alguns casos, os médicos prescrevem medicamentos inibidores de fosfodiesterase tipo 5, tais como sildenafila (Viagra), vardenafila e tadalafila (Cialis). Os medicamentos para disfunção erétil citados devem ser utilizados apenas com prescrição médica, pois possuem diversas contraindicações, em especial para os homens que sofrem de problemas cardiovasculares.

Os suplementos vitamínicos e minerais ricos em niacina e piridoxina vêm sendo prescritos por muitos médicos, com o objetivo de estimular a forma natural das glândulas suprarrenais à produção dos hormônios sexuais em especial a testosterona, que contribui diretamente para a ereção e aumento do desejo sexual e vigor físico. Existem outras modalidades pouco utilizadas por necessitar de uma cirurgia como as próteses penianas que também são alternativas para a disfunção erétil.

Tipos de disfunção erétil

Embora mais comuns a partir dos 40 anos existem diversos tipos de disfunção erétil que acometem os homens das mais diversas idades, a impotência sexual tem levado cada vez mais homens a identificar os tipos de disfunção erétil e buscar a ajuda adequada. Os tipos de disfunção erétil são:

 - A disfunção erétil primaria ocorre nos homens que nunca conseguiram manter uma ereção firme.

 - A disfunção erétil secundária ocorre quando os homens relatam que no passado tinham ereção normalmente, porém deixaram de ter.

 - A disfunção erétil situacional é quando ocorre a ereção somente em determinadas situações, em determinados lugares ou com determinadas pessoas.

 - A disfunção erétil total ocorre quando há a falta completa de ereção.

 - A disfunção erétil parcial ocorre quando a ereção não é firme o suficiente para uma penetração completa, popularmente conhecida como meia bomba.

 - É importante lembrar que devem ser analisados caso a caso para a escolha do tratamento ideal todos esses tipos de disfunção erétil.

Disfunção erétil qual médico procurar

Para orientar sobre os tratamentos de disfunção erétil, o especialista indicado é o médico urologista que é responsável pelo diagnostico de problemas relacionados à função sexual, tais como: impotência sexual (disfunção erétil), ejaculação precoce e diminuição da libido (falta de desejo sexual).

Disfunção erétil em jovens

A impotência sexual masculina normalmente acomete homens com mais de 40 anos e quando mais velhos maiores são as chances de apresentar os sintomas da impotência sexual. Contudo, cada vez mais há relatos de disfunção erétil em jovens. Em virtude da má circulação do sangue a disfunção erétil pode acontecer, pois realmente a circulação fica prejudicada com o próprio envelhecimento dos vasos sanguíneos (veias e artérias) ou de fatores como diabetes, hipertensão arterial, obesidade e outras doenças crônicas. Os jovens nos últimos anos tem se submetido ao risco de usar de forma indiscriminada remédios para disfunção erétil à base de sildenafila (Viagra), tadalafila (Cialis) e vardenafila sem mesmo tem consultado um médico. Pode ser consequência de uma vida desregrada a disfunção erétil nos jovens, como por exemplo, jovens que não possuem uma alimentação saudável, estresse e um excessivo uso de álcool e cigarro. Outros fatores que podem levar a disfunção erétil em jovens são: estresse, cansaço físico e a ansiedade de desempenho, em termos gerais é o medo de decepcionar seu parceiro (a).

Melhores alimentos afrodisíacos que ajudam a sua vida sexual

Existem alimentos considerados afrodisíacos que se consumidos por homens e mulheres conseguem entregar uma melhora na vida sexual, combate a disfunção erétil, a frigidez (considerada como a falta de desejo sexual nas mulheres), ejaculação precoce e até mesmo dar mais energia e vigor físico. Existem alimentos popularmente considerados afrodisíacos, mas que não possuem relação direta com a melhora do desempenho sexual. Contudo, diversos estudos científicos tem relacionado vários alimentos com características afrodisíacas que proporcionam uma melhora na vida sexual. Veja abaixo os melhores alimentos afrodisíacos:

 - Vinho: conforme estudo italiano da Universidade de Florença, o consumo de duas taças de vinho por dia está relacionado ao aumento da libido feminina.

 - Ostras: culturalmente vista como um dos melhores alimentos afrodisíacos, a ostra aumenta a produção de testosterona em virtude da sua grande concentração de zinco, além da redução da prolactina que é o hormônio ligado a queda do desempenho sexual masculino.

 - Ovos: podendo ser considerados alimentos nutricionalmente mais completos, pois possuem uma grande quantidade de proteína que dá mais energia e vitamina B6 que auxilia no equilíbrio dos hormônios sexuais.

 - Banana: a banana é rica em vitaminas do complexo B e bromeliade que consequentemente, contribuem para o aumento significativo da libido masculina.

 - Caviar: estimula a produção dos hormônios sexuais em especial a testosterona, pois assim como o ovo é rico em piridoxina.

 - Tangerina: possui uma substância que auxilia na regulação do humor e estimula o aumento do apetite sexual, o folato. Apesar de ser pouco conhecida como alimento afrodisíaco.

 - Cranberry: associa-se ao aumento da disposição para o sexo.

 - Mirtilo: estimula o relaxamento dos vasos sanguíneos e promove o aumento do fluxo sanguíneo, apesar de ser uma fruta difícil de ser encontrada no Brasil.

 -  Abacate: melhora as funções dos órgãos sexuais femininos por ser rico em vitamina E.

 - Linhaça: podem contribuir para o aumento da libido e o equilíbrio dos hormônios sexuais femininos por ser rica em ligninas e fitoestrógenos, indicado para a mulheres.

 - Pimenta: aumenta o tesão por ajudar a aceleração do metabolismo.

 - Chocolate: contém um estimulante chamado alcaloide que proporciona o aumento da libido, além de estimular a produção de serotonina que é considerada o hormônio do bem-estar e prazer.

 - Semente de abóbora e girassol: estimula o aumento dos níveis de testosterona no organismo por serem são ricos em zinco um mineral.

 - Café: ativa o sistema nervoso central, conferindo mais energia e disposição e sendo um estimulante sexual natural.

 - Fava verde: contribuem para o aumento da libido feminina por ser rica em fitoestrógenos, colaborando também para o equilíbrio dos hormônios sexuais femininos.

 - Amendoim: segundo estudos científicos, a falta de zinco no homem decai em 30% sua fertilidade. O consumo do amendoim é indicado por ser rico em zinco, que consequentemente estimula a produção de testosterona.

 - Aveia: pode auxiliar em um aumento significativo do fluxo sanguíneo no clitóris, por isso é considerado um alimento afrodisíaco.