InibiMax

InibiMax | 4 Frascos

InibiMax | 4 Frascos

Tratamento para Parar de Beber

R$849,00

em até 10x de 84,90 no cartão

InibiMax | 8 Frascos

InibiMax | 8 Frascos

Tratamento para Parar de Beber

R$1.299,00

em até 10x de 129,90 no cartão

InibiMax | 12 Frascos

InibiMax | 12 Frascos

Tratamento para Parar de Beber

R$1.499,00

em até 10x de 149,90 no cartão


Exibindo de 1 a 3 do total de 3 (1 páginas)

Dicas de Saúde

Alcoolismo: o que é, sintomas e saiba como identificar um alcoólatra

Considerado uma doença crônica, o alcoolismo possui diversos fatores que contribuem para que a pessoa adquira essa condição. As pessoas alcoólatras não são definidas pelo tipo de bebida ou a quantidade que costuma ingerir, mas por não saber a hora certa de parar de beber, ou seja, não conseguir controlar o desejo de consumir a bebida alcoólica.

Como saber se a pessoa é alcoólatra

Para buscar ajuda e tratamentos para parar de beber, é necessário primeiro identificar se a pessoa já se tornou alcoólatra. O alcoólatra é aquela pessoa que faz consumo excessivo de álcool e não consegue impor limites para parar de beber, sendo assim, é necessário identificar se a pessoa é alcoólatra ou está próxima de se tornar uma, pois é um importante passo para orientar e ajudar a pessoa a parar de beber e encontrar tratamentos para o alcoolismo de acordo com a necessidade individual.

Como identificar um alcoólatra:

- Quando está desapontada, cansada ou com estresse a pessoa começa a beber.

- Para aliviar as tensões do dia a dia o alcoólatra começa e não sabe quando parar de beber.

- De forma compulsiva o alcoólatra começa a beber.

- O alcoólatra não consegue ficar mais de um dia sem ingerir bebida alcoólica.

- O organismo começa a adquirir certa resistência ao álcool, então o alcoólatra precisa fazer um consumo maior para obter os mesmos efeitos.

- O alcoólatra não tem controle da quantidade de álcool ingerida e não sabe quando parar de beber.

- O alcoólatra passa a esquecer do que aconteceu depois de começar a beber.

- Vendo a preocupação dos familiares, mas não conseguindo parar de beber, o alcoólatra passa a beber escondido.

- Ao frequentar locais que não possuem bebidas alcoólicas o alcoólatra passa a se sentir desconfortável.

- Tendem a ficar depressivos.

- Começam a ter lapsos de memória.

- Com a mudança de seus aspectos comportamentais, o alcoólatra se torna agressivo.

Doenças causadas pelo alcoolismo

Por afetar diversos aspectos físicos e psíquicos, o alcoolismo leva o desenvolvimento de diversas doenças, tais como:

- A cirrose hepática: quando as células do fígado são destruídas, impedindo-o de funcionar, podendo levar o indivíduo a morte.

- A gastrite: uma inflamação da parede do estômago, que causa sintomas como: falta de apetite, azia, náuseas e vômitos.

- A disfunção erétil: ocorre a lesão dos nervos no organismo provocando a disfunção erétil (impotência sexual).

- A infertilidade: o álcool afeta os ciclos menstruais fazendo com que se tornem irregulares podendo levar a infertilidade.

- A demência: o excesso de álcool pode dificultar o aprendizado e ajudar na perda da memória. Em casos mais graves o alcoólatra passa a ter dificuldade em ações simples como: se locomover e se expressar.

Como parar de beber?

Tendo em vista que, o alcoolismo afeta milhares de famílias por todo o mundo, além de ser uma doença extremamente delicada e prejudicial à saúde, afetando consequentemente o convívio familiar e social. Diversas pessoas buscam tratamentos para parar de beber com o principal objetivo de ajudar algum familiar ou amigo a parar de beber de uma vez por todas, pois o alcoólatra, na maioria dos casos não busca por ajuda ou aceita que está na condição de dependência do álcool. Estão disponíveis para o combate ao alcoolismo diversos remédios, clínicas de reabilitação e tratamentos para parar de beber. É necessário a conscientização de que o alcoólatra precisa de ajuda, que ele queira ser ajudado e queira parar de beber, já que o alcoólatra irá passar por crises de abstinência e as chances de se ter uma recaída são altas.

O papel da família é fundamental neste processo de parar de beber e dentre os remédios para parar de beber estão o dissulfiram, naltrexona e acomprosato. Os medicamentos para parar de beber citados anteriormente sempre devem estar acompanhados de uma recomendação médica já que possuem contraindicações e seu uso deve ser feito de forma adequada sempre seguindo as orientações de um médico especialista.

Outras alternativas para quem deseja parar de beber são as clínicas de reabilitação e psicólogos. Os tratamentos costumam ser realizados por um longo período, elevando o seu custo e mesmo assim se faz necessário um acompanhamento criterioso seguido de orientações técnicas muito bem definidas para que o tratamento para parar de beber se torne eficaz. O Consumo de suplementos vitamínicos e minerais que auxiliam na remoção do álcool do organismo, promovendo uma desintoxicação do álcool, contribuindo para o combate das crises de abstinências e promovendo a repulsa do desejo de beber, è outra escolha eficaz para quem deseja parar de beber.