DÚVIDAS? LIGAMOS AGORA PARA VOCÊ!

Ômega 3


O Ômega 3 é um conjunto de ácidos graxos poli-insaturados (gorduras boas) composto por EPA e DHA, indispensáveis para o bom funcionamento do corpo e auxiliam no combate à diversas doenças. O EPAexerce a função da manutenção da saúde cardiovascular, já o DHA é responsável pelo desenvolvimento do cérebro, ajudando na memória e concentração.

O Brasil vem enfrentando aumento expressivo de sobrepeso e da obesidade em todas as faixas etárias, pelo fato das pessoas trocarem hábitos de alimentação saudáveis por produtos industrializados, ricos em sódio e gordura, com baixo valor nutricional. Países asiáticos como o Japão adotam uma cultura onde as alimentações desses povos estão inclusos muita quantidade de peixes e frutos do mar, por isso eles possuem maior qualidade de vida e longevidade.

A obesidade é caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal em excesso no indivíduo e considera-se um problema grave de saúde, que só vem aumentando com o passar do tempo. O sobrepeso é decorrente por hábitos não saudáveis como a ingestão excessiva de gorduras, açúcar e sal, que pode acarretar sérios problemas de saúde como, hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras.

Nutricionistas orientam que o consumo de Ômega 3 fornece muitos benefícios à saúde e além disso, auxilia na manutenção do peso. O Ômega 3 melhora a atuação da insulina nas células, diminuindo a transformação do açúcar em gordura e facilitando a conversão do açúcar em energia. Os especialistas recomendam a ingestão de 3 cápsulas de Ômega 3 por dia, seguir uma alimentação saudável e fazer algum exercício moderado, se quiser perder peso e queimar calorias. O melhor Ômega 3 é aquele que contém alta concentração de EPA e DHA.

Qualquer pessoa pode tomar Ômega 3 por ser um suplemento nutracêutico. Não deve ser consumido por pessoas que apresentam alergia ou intolerância a peixes e frutos do mar. Para aqueles com problemas de coagulação ou que tomam medicamentos anticoagulantes, é de extrema importância consumir o Ômega 3 com moderação.

Cientistas apontam que a ingestão do Ômega 3 durante a gravidez tem um papel significativo no desenvolvimento do bebê e na saúde da mãe. Estudos do Centro Médico Universityof Kansas, nos Estados Unidos, revelam que o consumo do Ômega 3 auxilia na formação do cérebro e do sistema nervoso da criança, além de diminuir riscos de depressão pós-parto. Para mães que estão amamentando, é importante o consumo de Ômega 3 nos três primeiros meses de aleitamento, pois pode ajudar a aumentar o QI (Quociente de Inteligência) do bebê e futuramente ter um maior desempenho escolar.

Estudos científicos realizados sobre o Ômega 3 comprovam que esse nutriente traz para a saúde diversos benefícios. O Ômega 3 atua na prevenção de várias doenças crônicas e auxilia na saúde do coração e da circulação sanguínea. Além disso, ele é muito importante para o desenvolvimento cerebral, melhorando a memória e o raciocínio.

  • Fortalece o sistema imunológico.

  • Possui poderosa ação anti-inflamatória.

  • Contribui para amenizar os sintomas da artrite reumatoide.

  • Previne contra trombose.

  • Melhora a pele, fazendo com que se torne mais saudável.

  • Contribui para o controle da pressão arterial, além de estimular a vasodilatação.

  • Auxilia no tratamento da depressão.

  • Ajuda na diminuição do LDL considerado o colesterol ruim.

  • Reduz os níveis de triglicérides no sangue.

  • Evita a formação de placas de gordura nas veias.

  • Previne contra demência e o mal de Parkinson.

  • Melhora a retina dos olhos.

Os ácidos graxos se dividem em três tipos: Monoinsaturados, Poli-insaturados e Saturados. Os ácidos graxos saturados são normalmente encontrados em forma sólida, contidas em alimentos de origem animal, como por exemplo, a banha de porco, manteiga, gordura das carnes e alguns queijos. O consumo excessivo desse tipo de ácido graxo pode aumentar significativamente os níveis de colesterol no sangue, provocando doenças cardiovasculares como o infarto. Os ácidos graxos monoinsaturados são encontrados em alimentos como abacate, azeite de oliva, amendoim, entre outros. São considerados gorduras boas, que trazem efeitos benéficos à saúde, mas esse tipo de ácido graxo também não deve ser consumido em excesso.

Já os ácidos graxos poli-insaturados são divididos em três categorias: Ácido Eicosapentaenoico (EPA), Ácido Docosahexaenoico (DHA) e Alfa-linolênico (ALA), sendo o EPA e o DHA os mais pesquisados e que possuem maiores benefícios à saúde, estão presentes principalmente nos óleos de peixes. O EPA e o DHA são encontrados também nas cápsulas de Ômega 3, possuindo um papel significativo na redução de doenças cardíacas, podendo também ser coadjuvante no tratamento de doenças cardiovasculares, artrite e colesterol.

É necessário buscar o Ômega 3 nos alimentos ou na suplementação, pois o corpo humano não produz os ácidos graxos saudáveis. Eles são encontrados em grande quantidade nos óleos dos peixes marinhos, como na sardinha, atum, arenque, salmão, entre outros peixes que vivem em águas profundas e frias. Para garantir a presença do Ômega 3 nos alimentos é importante que eles não sejam confeccionados em altas temperaturas e nem fritos.

Peixes com concentração de Ômega 3
  • Arenque 1,885mg

  • Salmão 1,716mg

  • Atum 1,414mg

  • Peixe Branco 1,363mg

  • Sardinhas 1,363mg

  • Anchovas 951mg

Exibindo de 1 a 2 do total de 2 (1 páginas)